A percepção no contexto escolar

RESUMO

A percepção no contexto escolar é a alma da educação. Sem compreensão é impossível adquirir conhecimentos ou o desenvolvimento necessário para um bom relacionamento social, cultural e econômico. Portanto,  cabe aos professores a missão de estimular seus alunos à praticas educativas que enriqueçam suas habilidades intelectuais. Dar ênfase aos aspectos sociais e culturais vividos no dia a dia pelos alunos para uma melhor compreensão dos mesmos.

 Palavras-chave: linguagem; social; compreensão.

 1 INTRODUÇÃO

 A escola é o local onde apreendemos os conteúdos historicamente acumulados e as práticas de vivências sociais. É necessário que o aluno compreenda isso. Desta forma, faz-se necessário que o professor como orientador ou principal mediador entre o conhecimento e o aluno, esteja preparado e consciente de seu papel de educador para propiciar aos educandos a oportunidade de entender a aprendizagem de uma maneira eficaz.

 Um dos fatores essenciais a ser visto é o contexto no qual a escola esta inserida, social e culturalmente , para  a partir de então ter-se uma ideia da visão de mundo que o aluno tem .

 Perceber , compreender, entender, são verbos que fazem parte do desenvolvimento de todos os indivíduos, por isso eles devem ser trabalhados, ensinados e analisados em todos as suas dimensões  para que não fique duvidas quando ao aprendizado dos mesmo tanto para o aluno como para o professor .

 2 PERCEPÇÃO DAS LINGUAGENS

 O que as pessoas não conhecem ou não sabem, simplesmente  ignoram ou mistificam. A tendência á mistificar as coisas que não se conhece. E, dessa forma, as pessoas caem no atraso social e cultural.

 Do que o aluno gosta? Qual o gênero musical de sua preferência? Qual é o esporte preferido? São perguntas que devem ser feitas.  A escola pode tomar por paradigmas as vivências cotidianas dos alunos para, assim, aguçar seus interesses na disciplina aplicada.

Conforme ,SILVA (2007,p.63 ) “ […] O ser humana mo através da apropriação da linguagem, do pensamento,dos conceitos produzidos historicamente e dos significados atribuídos ás coisas e aos objetos , modifica o processo de percepção .”

As novas linguagens no espaço escolar devem ser trabalhadas como forma de abrir novos horizontes na percepção social e cultural dos alunos.

“ […] eu não gosto de futebol, mas tive que assistir todos os jogos do final de semana, para poder discutir com meus alunos, porque  eles gostavam” ( Professora LOPES, Nanci Numes , TV ESCOLA )

Já que a percepção é mediada pela cultura e por signos, justo se faz em dar ênfase às questões sociais e culturais a que o aluno esteja inserido para a partir de então desvendar novos horizontes, novos conhecimentos.

Exemplos práticos devem ser idealizados pela escola para a melhor compreensão do aluno, com a disciplina de matemática por exemplo, uma das mais odiadas pelos alunos que não conseguem entende-la , ou porque talvez a metodologia usada não é suficiente para a compreensão do estudante

Projetos feitos por professores de algumas escolas, recentemente , mostraram que a interdisciplinaridade é de real importância para a percepção dos alunos em determinadas disciplinas, principalmente na área das exatas, mesclando Matemática com Biologia, Física ou Química, o aluno perceberá qual a importância de determinadas operações matemáticas, ou seja qual a importância real de tantos “ X e Y “ .

Outros fatores práticos devem ser trabalhados pelas escolas para acabar com o problema de  aprendizagem, ou seja , “ dificuldade de percepção “ .

Os temas transversais são de grande importância e podem ajudar em muito na compreensão se trabalhados de forma inteligente.

 A eleição de conteúdos, por exemplo, ao incluir questões que possibilitem a compreensão e a critica da realidade, ao invés de tratá-los como dados abstratos a serem aprendidos apenas para “passar de ano” oferece aos alunos a oportunidade de se aprimorarem deles como instrumento para refletir e mudar sua própria vida. (Brasil,MEC.1998.p24)

  3 PERCEPÇÃO CULTURAL

As diversidades religiosas , culturais , econômicas, de uma determinada região , faz com que surjam inúmeras conceitos sobre os mais diversos assuntos. Desta forma, quando a criança chega à escola, já tem de modo informal o conhecimento ou conceito de determinados temas, saberes esses muitas vezes concebidos de forma distorcida.

Importante se faz a interferência do professor, não com radicalismo, mas com os conhecimentos técnicos que possui, incitar seus alunos á praticas sociais que estimulem a dialética. Através do dialogo com bases cientificas, o individuo poderá ter com percepção o esclarecimento de suas dúvidas.

BRASIL. MEC. (1998)  p.8 ´´[…]  Saber utilizar diferentes fontes de informações e recursos tecnológicos  para adquirir e construir conhecimentos “

 Quando assistimos um filme ou uma novela na televisão é evidente que o autor esta querendo passar uma mensagem através de seu trabalho, mas se pararmos para analisar ou se fizermos uma pesquisa, pode ser com alguns de nossos amigos (as), com toda certeza alguém dirá que prestou atenção na atriz ou no ator, mas que não tem a mínima ideia do real significado daquilo que assistiu. As pessoas não estão muito preocupadas em aprender algo útil, ligam a televisão para assistir coisas fúteis ou então compram livros e revistas porque a capa é bonita  ou para olhar figuras , não dando a mínima em querer aprender alguma coisa útil.

4 MÍDIA

 Aprender não é simples, é uma tarefa que precisa empenho, dedicação e inteligência, mas também é possível fazer desses momentos de aprendizado uma hora divertida, basta termos um pouco de criatividade: a exemplo da internet que traz o mundo inteiro para nossas casas ou então assistir aos programas educativos da TV ESCOLA, TV BRASIL, EDUCATIVA, CULTURA. Através destes canais o aprendiz irá receber muitas informações interessantes e inteligentes que irão esclarecer muitas duvidas existentes através das entrevistas com educadores e os debates entre professores (as) falando sobre os mais diversos assuntos, sociais, culturais, éticos, etc., Alem dos variados filmes históricos educativos que irão certamente trazer muitos informações e enriquecer seus conhecimentos de uma forma descontraída de aprender.

Segundo, BEZARIO (2004) ´´[…] Todos nos somos responsáveis pelo que temos e sabemos “.

O aprendizado começa a ficar interessante a partir do momento em que o individuo começa  a aprender, a entender as coisas que acontecem a sua volta .

5 CONCLUSÃO

 O dom do aprendizado requer muito esforço, afinal, nada nesta vida é de graça. Se quisermos chegar em algum lugar ou fazermos a diferença, precisamos cada dia procurar evoluir um pouquinho . O mundo esta em constante transformação e, se ficarmos parados no tempo, serenos atropelados pela nossa própria ignorância, devemos sim estar afinados com o desenvolvimento e sempre procurar aprender a aprender novas coisas.

6 REFÊNCIAS

BEZARIO. Caio Alexandre. Método de ensino Globalizado, Língua Portuguesa. 11 ed. São Paulo: Difusão Cultural do Livro , 2004.

BRASIL.MEC. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: Secretaria de Educação Fundamental: Temas Transversais é Ética ( 5º á 8ª serie). Brasília: MEC /  SEF, 1998.

SILVA, Daniela Regina da. Psicologia da Educação e Aprendizagem. Associação Educacional Leonardo da Vinci (ASSELVI). – Indaial: Ed. ASSELVI, 2007.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s