RECEITA DE BRUXA

AS BRUXAS TAMBÉM FAZEM RECEITAS. CONHEÇA ESTA TERRÍVEL POÇÃO MÁGICA.
POÇÃO TERRÍVEL DE BRUXA
INGREDIENTES

1 CABEÇA DE CAVEIRA
1 RABO DE PORCO
1 DENTE DE LEÃO
1 PÉ DE BODE
2 ASAS DE MORCEGO

MODO DE PREPARAR

COZINHE NO CALDEIRÃO POR 38 HORAS. DEPOIS, DEIXE SECAR AO SOL ATÉ VIRAR PÓ.

MODO DE USAR

MISTURE O PÓ NA SOPA, NO CHÁ OU NO SUCO E DÊ PARA A PESSOA BEBER.

  • ESCREVA O QUE VOCÊ ACHA QUE PODE ACONTECER COM QUEM TOMAR ESSA POÇÃO.

__________________________________________________________________________________________________________________

  • DESENHE A PESSOA QUE RECEBERÁ O FEITIÇO DA BRUXA.

ANTES DE TOMAR ESSA POÇÃO.         DEPOIS DE TOMAR A POÇÃO.

A CASA QUE PEDRO FEZ

.

Esta é a casa que Pedro fez

.

. .
Este é o trigo
Que está na casa que Pedro fez

.

.
Este é o rato
Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fez. . .
Este é o gato,
Que matou o rato, Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fêz.
. Este é o cão,
Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo Quês está na casa que Pedro fez.

. Esta é a vaca de chifre torto,
Que atacou o cão, Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fez.
.Esta é a moça mal vestida,
Que ordenhou a vaca de chifre torto, Que atacou o cão, Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fez .
.
Este é o moço todo rasgado,
Noivo da moça mal vestida, Que ordenhou a vaca de chifre torto, Que atacou o cão, Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fez.
.

.
Este é o padre de barba feita,
Que casou o moço todo rasgado, Noivo da moça mal vestida, Que ordenhou a vaca de chifre torto, Que atacou o cão, Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo, Que está na casa que Pedro fez.
.

.
Este é o galo que cantou de manhã,
Que acordou o padre de barba feita, Que acsou o moço todo rasgado, Noivo da moça mal vestida, Que ordenhou a vaca de chifre torto, Que atacou o cão, Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fez. .

.

Este é o fazendeiro que espalho o milho,
Que tinha o galo que cantou de manhã, Que acordou o padre de barba feita, Que casou o moço todo rasgado, Noivo da moça mal vestida, Que ordenhou a vaca de chifre torto, Que atacou o cão, Que espantou o gato, Que matou o rato, Que comeu o trigo Que está na casa que Pedro fez .

.
(Ad. De M. L. Figueiredo)

O MACACO E A MOLA

O macaco e a mola (Sonia Junqueira)

O macaco vê a mala.

O macaco cutuca a mala.

Da mala pula a mola.

A mola vira bola.

A bola pula. A bola rola.

A mola galopa como um cavalo.

A mola rebola como macaco.

O macaco fica mole de medo.

A mola será maluca?

A mola vira bala, caneca, fita, boneca e peteca.

O macaco fica parado.

_ A mola será pirada?

Pega, pega, pula, pula!

A mola pula no pé do macaco.

O macaco roda com a mola.

A mola vira bola.

A bola pula. A bola rola.

A mola pula de novo na mala.

Agora o macaco sabe!

Nada de mola maluca!

Nada de mola pirada!

A mola é mágica!